sábado, 27 de fevereiro de 2010

A volta que a vida dá!

Pensei, pensei e saiu-me este titulo para este post. Sobre o que vai ser? Pois vai ser então, sobre algumas conversas que tenho tido com uma colega de trabalho, que tem a mesma idade que eu e tem também um menino quase da mesma idade do Vicente. É engraçado como sem querer encontramos pessoas, tão iguais e tão diferentes de nós. Bem as nossas conversas nos últimos dias, não tem sido sobre os nossos meninos, mas sim o rumo que as nossas vidas tem tomado ao longo destes anos.
Ou seja, a C. trabalha no mesmo local que eu há já vários anos e está a entrar na fase em que não está satisfeita com o que faz, está desmotivada e dava tudo para fazer um "resfresh" na vida profissional. Eu entendo-a, acho que já passei várias vezes por essa fase porque como comecei a trabalhar aos 18 anos, já passei por muita coisa. Por isso... dou muitas graças a Deus, por fazer o que faço, apesar de não ser nada de extraordinário! Atender clientes (call- center), muitas vezes mal educados, não é pêra-doce, mas antes isso, do que trabalhar em outras coisas bem piores. E com as coisas como estão, com tantas dificuldades em arranjar um trabalho, o melhor é deixarmo-nos estar muito quietinhas, ou pelo menos como eu digo, se pensares em sair, sai, mas com um sitio para onde ir. Não critico quem o faça, mas...
Eu desde que entrei para este sitio, não pensei de todo em tal coisa, porque voltar para uma loja de comércio, sujeitar-me a horários rotativos & C. Ldas, não muito obrigado!
Aqui pelo menos, sem que tenho um horário certo, um ordenado ao final do mês (ainda que não seja nada por ai além...), eventualmente até podemos passar para outros locais sem ser o atendimento (já me aconteceu isso, na altura que fiquei grávida, mas agora voltei para o atendimento, devido a "reestruturação" da equipa... na minha opinião não é por ai, mas também não vou entrar em pormenores... isso são outros 500!)
Também a colega falava que a rotina tinha-se instalado na sua vida... é normal, na minha também (estes bebés precisam de criar rotinas), desde que nasceu o Vicente, muita coisa existe que nunca mais fizemos a dois, tal como ir ao cinema, jantar fora, passear por onde nos apetecesse, sem preocupações com horas, frio ou calor e horas certas para mamar, comer, etc...
Quando pensamos em ter um filho e muitas vezes quando casamos, já sabemos de antemão que as coisas vão mudar e quem pense o contrário está enganado ou então quer mesmo se enganar!
Há que dar tempo ao tempo, muita paciência (que confesso que ás vezes me falta, lá nisso o Carlos é mais calmo), porque as coisas aos poucos se compõe, ainda que não seja da mesma maneira de antigamente. Tenho dias que não são fáceis e quando me vou deitar, já quase não consigo abrir os olhos (atenção, não me estou a queixar, apenas a constatar uma realidade), pois desde que chego a casa pelas 17h30, até à 0h30/1h00 da manhã, é sempre a mexer de um lado para o outro e a impressão que dá é que está sempre alguma coisa mais por fazer. Já não consigo ter tempo para me sentar calmamente a ver TV, nem sequer consigo fazer aquelas comidinhas que tanto gosto e que fazem passar algum tempo na cozinha, entre outras coisas...
Mas prefiro assim, pois sei que esta mudança nas nossas vidas, veio nos trazer muita alegria.
Digam lá que não é uma alegria muito grande, chegar à 1h00 querer dormir e termos o filhote lindo a rir-se ás gargalhadas, como que a dizer: "It's party time!Uiiii!"
Agora estou a ser irónica, mas a chegada do Vicente é uma alegria constante nas nossas vidas, não à palavra para descrever! E como já disse outras vezes, por mais que as coisas no trabalho nem sempre corram bem, o sorriso do Vicente, faz desaparecer todos os males!
Desculpem o testamento, mas ás vezes apetece dizer algumas coisas!

Jokas e bom fim-de-semana.
Sandra C.

1 comentário:

  1. compreendo perfeitamente as tuas palavras e digo mesmo que um dia sem as minha filhas era como se estivesse "escuro" e com a chegada do rodrigo eu muitas vezes dou comigo a pensar que queria mais não fossem as cesarianas rsrs senão te garanto que fazia uma equipa de futebol! lol mas como eu costumo dizer haja saude para eles e para nós que o resto vem por acrescimo!
    jinhos lindaaa
    xiiii ao vicente

    ResponderEliminar

Diga lá o que pensa...